MADEIRA DE ALERCE

Fitzroya cupressoides
PT madeira de alerce
Proveniência

O alerce europeu é uma árvore originária da montanhas da Europa Central, nos Alpes e nos Cárpatos, e de algumas zonas no norte da Polónia e no sul da Lituânia. É uma árvore bastante resistente ao frio, capaz de aguentar temperaturas de até -50 graus Celsius.

 

Cor

A madeira de alerce tem um tom café-escuro ou avermelhado, especialmente o cerne, com anéis muito diferenciados, finos e ondulados na superfície. Normalmente, o borne diferencia-se bastante do cerne, uma vez que é mais fino e de cor mais amarelada ou esbranquiçada.

 

Textura

A madeira de alerce é dura, de textura muito fina e impregnada de resina, o que a torna praticamente incorruptível e resistente a qualquer temperatura e ambiente. A madeira de alerce tem um peso moderado, com uma densidade que pode atingir os 500 kg/m3 quando seca.

 

Durabilidade

A árvore cresce em zonas onde as condições podem ser extremas, tais como solos ácidos de cinza vulcânica, zonas de precipitações e neve abundantes ou solos baixos com muita humidade. Por isso, a madeira de alerce é de muito boa qualidade e quase nunca se dobra ou cede. Além disso, é extremamente resistente no solo ao clima, assim como aos ataques dos insetos, pelo que pode durar por tempo indefinido.

 

Características

A madeira de alerce tende a adotar uma cor muito clara quando usada para a construção, embora com o tempo adquira um tom pardo muito elegante. Além do mais, a resina que a própria madeira contém funciona como silicone e tapa as juntas, proporcionando uma proteção extraordinária contra o ar e a água, embora seja muito inflamável.

 

Utilizações

Graças às suas imensas propriedades, a madeira de alerce é muito apropriada para a construção, especialmente de armações sólidas ou barcos, bem como de algumas casas. Também lhe são dadas outras utilizações na carpintaria e para o fabrico de tonéis e barris.