MADEIRA DE BOSSÉ

Guarea cedrata
PT madeira de bossé
Proveniência

Bossé ou guarea é uma árvore que podemos localizar entre o oeste e o centro de África, principalmente nos Camarões, na República do Congo, no Gana, em Serra Leoa, na Costa de Marfim e na Nigéria, embora também se encontre em zonas da América do Sul. Recebe o nome científico de Guarea cedrata e pertence à família das Meliaceae, e atualmente é uma espécie que se encontra ameaçada por excesso de exploração.

 

Cor

A cor da madeira de bossé é alaranjada, o borne é castanho-pálido e o cerne tem um tom mais rosado.

 

Textura

A fibra da madeira de bossé é reta, ligeiramente entrelaçada em algumas ocasiões, enquanto o grão tem um tamanho que varia entre a espessura fina e a média.

 

Durabilidade

madeira de bossé é muito resistente e homogénea, se tivermos em consideração o seu peso significativo. Além disso, tolera muito bem a humidade e é muito resistente ao clima quente, pelo que a sua elevada durabilidade é muito apreciada e utiliza-se sobretudo para trabalhos de exterior.

 

Características

madeira de bossé é um material fácil de trabalhar, com exceção da sílica presente na superfície, que provoca o desgaste das ferramentas, para além de algumas alergias na pele. Por esse motivo, recomenda-se a utilização de luvas e máscara aquando do seu manuseamento. O borne da madeira de bossé é impregnável, ao passo que o cerne não aceita tintas nem vernizes e a secagem não é muito lenta. A colagem, a pregagem e o aparafusamento não costumam apresentar dificuldades, ajudando a obter um acabamento perfeito, sem deformações abruptas devido à resina.

 

Utilizações

As aplicações mais usuais da madeira de bossé são em móveis e marcenaria fina de interior e exterior, fabrico de instrumentos musicais, embarcações, armações de vagões e camiões, peças torneadas, carpintaria de interior e exterior, portas, revestimentos, molduras, rodapés, frisos, portas e janelas, folheados decorativos e contraplacados.