MADEIRA DE MANSONIA

Mansonia altissima
PT madeira de mansonia
Proveniência

mansonia é uma das espécies de árvores tropicais mais desconhecidas, embora se saiba que cresce no oeste da África Ocidental, em países como Costa de Marfim, Gana ou Nigéria.

 

Cor

O borne da madeira de mansonia tem um tom branco-rosado, castanho ou castanho-escuro, embora o cerne costume ser castanho-avermelhado com nuances acinzentadas. Quando exposta à luz ou é utilizada em espaços exteriores, pode apresentar uma tonalidade mais amarelada ou pálida.

 

Textura

A fibra da madeira de mansonia é reta ou levemente entrecruzada e o grão varia entre o tamanho fino e o médio. É uma madeira forte, mas não é extremamente pesada e a sua densidade situa-se entre o mogno e a nogueira.

 

Durabilidade

madeira de mansonia está classificada como duradoura perante fungos e térmitas, e completamente imune a pragas como a traça e o caruncho. Além disso, o corte da madeira mansonia contém mansonin, que além de poder provocar irritação na pele da pessoa que a manipula, também é um veneno cardíaco, o que proporciona a vantagem de resistir à ação de qualquer ácido.

 

Características

madeira de mansonia pode por vezes apresentar uma fibra entrelaçada, o que faz com que ao cortá-la ou ao tentar manipulá-la solte farpas ou fique com fendas que a deformam. Porém, geralmente isto não acontece e não revela nenhum problema com a serragem, o corte ou a colagem. É também bastante impregnável na zona do borne, pelo que aceita bem os vernizes, as tintas e outras colorações artificiais, embora o cerne não costume pigmentar. A madeira de mansonia seca rapidamente sem demasiadas degradações. Apesar de ter tendência para fissurar, é estável depois de seca.

 

Utilizações

madeira de mansonia é utilizada especialmente para carpintaria de interior, portas, revestimentos, molduras, rodapés e frisos.